28 de dez de 2011

Na Paraíba, Lei cria a Política Estadual do Livro


Foi publicada no Diário Oficial deste dia 28/12 a Lei de autoria do Deputado Arnaldo Monteiro estabelecendo a Política Estadual do Livro.

LEI Nº 9.637, DE 27 DE DEZEMBRO DE 2011
AUTORIA: DEPUTADO ARNALDO MONTEIRO
Estabelece a Política Estadual do Livro.

O GOVERNADOR DO ESTADO DA PARAÍBA:

Faço saber que o Poder Legislativo decreta e eu sanciono a seguinte Lei:
Art. 1º Fica criada a Política Estadual do Livro tendo como princípios fundamentais a democratização ao seu acesso, a implantação de novas bibliotecas, qualificação das existentes e o aumento do seu acervo.

Art. 2º A Política Estadual do Livro tem como objetivos específicos:
I – ampliar o acesso de pessoas, estudantes e trabalhadores;
II – elevar o nível qualitativo do acervo;
III – incentivar a produção literária, autoral e editorial.
IV – construir o plano estadual do livro associando-o às novas tecnologias da informação.

Art. 3º O Plano Estadual do Livr o ampliará o ace sso ao livro com as seguintes iniciativas:
I – implantação de bibliotecas em todas as escolas públicas do Estado;
II – apoiar as demandas populares pela criação de bibliotecas populares;
III – garantia de um acervo mínimo incluindo livros em Braille, livros digitais, jornais, revistas e outras publicações periódicas;
VI – incorporar em todas as bibliotecas o uso da tecnologia da informação e comunicação.
Parágrafo único. As bibliotecas já existentes e as serem implantadas deverão apresentar plano de gestão, sustentabilidade e a integração com a rede existente.

Art. 4º A Política Estadual do Livro por seus órgãos responsáveis pela criação do plano deverão:
I – apoiar as bibliotecas existentes;
II – criar o sistema estadual de bibliotecas de uso público;
III – fortalecer as bibliotecas públicas de uso coletivo e as localizadas no âmbito das escolas integrando-as com as tecnologias da informação e comunicação.

Art. 5º Para concretizar a difusão do livro no plano estadual serão promovidas ações, programas e projetos tendo os seguintes objetivos:
I – garantir a distribuição gratuita de livros didáticos e paradidáticos;
II – garantir que os livros publicados em projetos de educação e cidadania sejam doados em quantidade suficiente às bibliotecas das escolas estaduais e às de uso público.
III – estimular campanhas de doação do livro;
IV – estimular a participação em feira de livro no Estado.
V – incentivar a produção editorial e estadual, observando-se as condições de qualidade, quantidade, distribuição, promoção, preço e diversidade dos livros.

Art. 6º A unidade orçamentária envolvida na criação e execução do Plano Estadual do Livro estabelecerá na lei orçamentária anual, as ações e metas relativas com seus projetos e ações.

Art. 7º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

PALÁCIO DO GOVERNO DO ESTADO DA PARAÍBA, em João Pessoa, 27
de dezembro de 2011; 123º da Proclamação da República.

26 de dez de 2011

Leia Mais, Seja Mais



Uma campanha de valorização da leitura como hábito que gera prazer e conhecimento e, assim, projeta um outro tamanho para os sonhos e as conquistas pessoais. É com este mote que o Ministério da Cultura lança hoje, em todo o país, campanha publicitária com o slogan Leia Mais, Seja Mais.

A ação ocupa as páginas de 74 jornais de todos os estados –como Folha, Globo, A Crítica, Zero Hora, Estado de Minas e outros–, ao mesmo tempo que tem início também nas edições especiais de fim de ano de quatro revistas semanais nacionais –Veja, Época, Istoé e CartaCapital.

O desafio lançado pela campanha ultrapassa a esfera individual: instiga as pessoas a ler com seus filhos e a incentivar uma criança ou jovem a apreciar os livros e a freqüentar bibliotecas.

Confesso que Li


O Centro de Arte e Cultura (CAC) da UEPB e o Núcleo Literário Blecaute promoveram o lançamento do livro “Confesso que Li”, da Editora Ideia, organizado pelas professoras e escritoras Neide Medeiros Santos e Yó Limeira. O evento aconteceu no dia 13 de dezembro, e contou com a presença de vários escritores e das poetisas Mirtes Waleska Sulpino e Jane Luiz Gomes, representando a ABES.



A obra é uma coletânea de textos produzidos por 34 escritores paraibanos, na qual relatam suas memórias de leitores durante a infância e a adolescência. Segundo as organizadoras, o título da publicação foi parafraseado de um livro de memórias do poeta chileno Pablo Neruda, denominado “Confesso que vivi”.

No lançamento estiveram presentes parte dos escritores da coletânea, José Mario da Silva, Bruno Gaudêncio e Cláudio Limeira; tendo a professora Vitória Lima como apresentadora.

Por ABES

13 de dez de 2011

Assinatura, de Valberto Cardoso





O escritor Valberto Cardoso enviou um exemplar do seu mais novo livro, publicado pela Editora Ideia, para a Associação Boqueirãoense de Escritores (ABES). "Assinatura", que segundo a escritora Janaína Azevedo, é um “livro evocativo, onde nada é amargura ou tensão. Tudo é constatação: o tempo, os afetos, o amor e a morte”. Para Beliza Áurea “Este livro de Valberto Cardoso é uma Assinatura fenomenológica. Une uma arqueologia de imagens de verdades íntimas, pressentidas pelo olhar ‘maduro, enfurecido’, à palavra sem ‘tempo pro descanso’.


O poeta Valberto Cardoso nasceu em Areia (PB), mas reside atualmente em João Pessoa. Foi premiado em antologias através do Concurso Nacional de Poesia Cassiano Ricardo, pela UNB, e Concurso Nacional Helena Kolody. É autor também do livro A Invenção do Dia (poemas, UFPB, 2009).

O poeta falando sobre o seu livro

Por ABES

Despoemas de Roberto Menezes



Despoemas é o terceiro livro de Roberto Menezes. É uma reunião de dez textos em prosa baseados em poemas de autores parahybanos, (se não de sangue, de coração). São poemas publicados nos últimos quinze anos e fazem um panorama atual, do ponto de vista do autor, de parte da literatura feita por essas bandas. Por ordem de aparecença no livro, eles são: Antônio Mariano, Abrahão Costa Andrade, Bruno Gaudêncio, Ronaldo Monte, Leo Barbosa, Jairo Cézar, Lau Siqueira, Thiago Lia Fook, André Ricardo Aguiar, Águia Mendes.

O lançamento do livro em João Pessoa contou com a presença da poetisa Magna Vanuza Farias, Secretária da ABES.

Magna e o autor, Roberto Menezes
Por ABES

Redescobrindo o prazer da Leitura


O I Sarau Poético da Escola Criativa da Mônica aconteceu neste dia 12 de dezembro, encerrando o projeto "Redescobrindo o prazer da Leitura" iniciado pela Professora Andreza Matias com os alunos do 6º e 7º ano.

Na ocasião, os alunos leram poemas de Carlos Drummond de Andrade, Oswald de Andrade, Cecília Meireles, Olavo Bilac, dentre outros e ainda apresentaram poemas dos escritores membros da ABES, Shirley Vasconcelos, Magna Vanuza Farias, Mirtes Waleska Sulpino e Jane Luiz Gomes. A professora Andreza, explicou que todos os textos foram escolhidos pelos próprios alunos nas oficinas realizadas durante o projeto. Uma das oficinas sobre produção de texto, contou com a presença da Presidente da ABES, Mirtes Waleska que participou de um bate-papo com os alunos da escola.

Bate-papo com os alunos do 7º ano


Estiveram presentes ao Sarau, os poetas Malcy Negreiros, Kléber Brito e Mirtes Waleska Sulpino. A ABES agradece o convite da Escola e parabeniza a professora Andreza e toda a equipe da escola e ainda aos alunos que declamaram com tanto afinco os poemas e exibiram, em painéis, as suas publicações produzidas nas oficinas. 

Por ABES

9 de dez de 2011

Em março, Boqueirão se transforma na cidade das "Rimas e Letras"



A ABES em parceria com a Prefeitura de Boqueirão e Secretaria de Cultura divulgaram a data da 3ª edição da Feira Literária de Boqueirão, que terá como tema NORDESTE: LITERATURA E TEATRO, do texto ao palco, homenageando Bráulio Tavares e Lourdes Ramalho. 

Na programação, palestras, debates, shows de MPB em Praça Pública, oficinas, contações de histórias, seminários, apresentações de dança, música, teatro cinema e poesia ao pé do ouvido. Tudo isso de 21 a 25 de março de 2012 na cidade de Boqueirão - Paraíba.


Por ABES