30 de nov de 2009

ABES realiza oficina de Ilustração e de Cordel


Inseridas dentro do IV Balaio Cultural a ABES promoveu as oficinas de Cordel ministrada pelo Cordelista e Jornalista Rodrigo Apolinário, um dos idealizadores do site Cordel Campina; e a Oficina de Ilustração aplicada ao Texto Poético, ministrada por Flaw Mendes, Ilustrador e Professor de Literatura. As oficinas aconteceram no CRAS no dia 21 de novembro nos turnos manhã e tarde respectivamente.

Para quem participou das oficinas essa é uma iniciativa que deve ter continuidade, "pois em apenas um dia de aula não é possível aprender todo o conteúdo".

Quem tiver interesse pode acessar o conteudo das oficinas (Ilustração aplicada ao texto poético | Cordel) e da próxima vez participar.



oficina de Cordel com Rodrigo Apolinário


oficina de Ilustração com Flaw Mendes
.

Poesia e Artes Plásticas

Quem esteve na cidade de Boqueirão durante a quarta edição do Balaio Cultural pode prestigiar a Exposição de Artes Plásticas dos artistas boqueirãoenses, bem como a Parede Poética dos escritores da Associação Boqueirãoense de Escritores (ABES) que estava à disposição do público na Galeria Neuza Dunga anexa ao CEFAR.




Alunos do município visitando a Galeria com a Professora e Escritora Magna Vanuza
.

13 de nov de 2009

CORDEL EM BRAILLE


Oito títulos de folhetos de cordel, do Poeta Cabaceirense Paulo Sérgio Guimarães de Aguiar Campos, foram revertidos para o Sistema Braille pelo Centro de Integração e Apoio aos Deficientes Visuais e Auditivos-CIADEVA de Taboão da Serra, município do estado de São Paulo governado pelo médico, também, cabaceirense Evilásio Cavalcanti de Farias. A idealizadora do projeto foi a pedagoga Jurema Dantas que é diretora da retromencionada instituição.

(na foto: Paulinho de Cabaceiras, Zelito Nunes e Mirtes Waleska Sulpino no Encontro dos povos do Cariri em Out/2009)

Paulinho de Cabaceiras é o primeiro poeta paraibano e o segundo no Brasil a ter seus cordéis escritos em Braille, uma vez que a primeira edição de literatura de cordel em Braille no Brasil foi realizada no ano de 2005 em João Pessoa, reunindo dez títulos do escritor, poeta e cordelista pernambucano Marcos di Aurélio.

Os folhetos em Braille de Paulinho de Cabaceiras e de Marcos di Aurélio, são uma releitura de outros textos já publicados na versão tradicional, permitindo dessa forma que o deficiente visual tenha contato também com a nossa cultura popular.

Segundo Marcos di Aurélio, o Rei D. João V de Portugal no início do seu reinado lançou mão de uma lei Imperial, determinando que a venda de folhetos de cordel fosse exclusividade comercial para os cegos e mesmo havendo uma grita enorme dos livreiros da época, Sua Alteza não revogou o tal Decreto e mesmo depois da sua morte essa lei perdurou por mais de 100 anos em Portugal.

Reconhecendo que os cegos foram verdadeiros guardiões da referida literatura, Marcos di Aurélio resolveu verter para o Braille algumas das suas obras, devolvendo aos deficientes visuais uma vertente literária que através dos séculos fez parte de suas vidas, sendo agora acompanhado pelo poeta cabaceirense que é membro do Instituto Histórico e Geográphico do Cariry Parahybano, da Sociedade Brasileira de Estudos do Cangaço e Correspondente da Academia Mageense de Letras/RJ, no momento exercendo a função de Chefe da Divisão de Cultura da Prefeitura Municipal de Cabaceiras, de onde recebe apoio para a publicação dos seus trabalhos literários, através da Secretaria de Educação, Cultura e Desportos.

Do blog letrasquanticas.blogspot.com
.

12 de nov de 2009

Prêmio Literário Cidade Poesia


Em recente email recebido pela queridíssima Escritora e Diretora de Eventos da Associação de Escritores de Brangança Paulista (ASES), informando do Concurso Literário Prêmio Literário Cidade Poesia, para que seja divulgado em nosso espaço e entre os nossos Escritores Boqueirãoenses.

"Por oportuno, estou encaminhando regulamento, ficha de inscrição e autorização para publicação do Prêmio Literário Cidade Poesia que, solicito, se possível, divulgar entre os membros de sua associação".

As inscrições vão até o dia 30 de novembro com resultado previsto para o dia 22 de fevereiro de 2010.
.

III Sarau Parede Poética



Programação III Sarau Parede Poética
LOCAL: CEFAR | 22/11/2009 | 19h00

18 a 22/11 Exposição de Banners com as Poesias dos Poetas que fazem parte da ABES
(Local: anexo ao CEFAR)

Apresentação dos poetas da ABES (Associação Boqueirãoense de Escritores)
Participação Especial do Poeta Iponax Villa Nova
Apresentação: Rodrigo Apolinário

.

11 de nov de 2009

Bilhetes poéticos


Com uma caligrafia caprichada e uma letra miúda, o poeta Manoel de Barros prepara à mão um novo livro que promete ser sua obra-prima, coroando os quase 93 anos de tranquila trajetória.

A vitalidade do poeta Manoel de Barros é invejável. Próximo dos 93 anos (completa em dezembro) e apesar das dificuldades auditivas e de visão, ele escreve mais um livro. O teor ainda é um mistério mas, segundo sua primeira e mais fiel leitora, a mulher Stella, trata-se de sua obra-prima. "Manoel escreve à mão, como de hábito, com uma caligrafia muito particular", comenta Pascoal Soto, diretor editorial do Grupo Leya do Brasil, que contratou a obra do poeta mato-grossense - serão 17 títulos e esse inédito, a partir do próximo ano. "Quando recebo correspondência do Manoel, minha pulsação aumenta: são os originais de uma poesia inigualável."

A POESIA de Manol de Barros

Mundo Pequeno
(do livro "O Livro das Ignorãças")

I
O mundo meu é pequeno, Senhor.
Tem um rio e um pouco de árvores.
Nossa casa foi feita de costas para o rio.
Formigas recortam roseiras da avó.
Nos fundos do quintal há um menino e suas latas maravilhosas.
Todas as coisas deste lugar já estão comprometidas com aves.
Aqui, se o horizonte enrubesce um pouco,
os besouros pensam que estão no incêndio.
Quando o rio está começando um peixe,
Ele me coisa
Ele me rã
Ele me árvore.
De tarde um velho tocará sua flauta para inverter
os ocasos.

.

Doe um Livro a ABES



Se você é escritor ou leitor e navegando por esse mundão virtual nos encontrou, ajude a ampliar a nossa Biblioteca Infanto-Juvenil nos doando um livro. Entre em contato por email: escritoresabes@gmail.com.

Conheça o nosso Projeto









* Alunos da Escola Criativa da Mônica participando do Projeto Contadores de Histórias na ABES
.
ABES
Associação Boqueirãoense de Escritores
Rua da Independência - Centro Turístico
Boqueirão - Paraíba
.

9 de nov de 2009

A cultura popular através do Cordel



Artigo interessante extraído do site Cordel Campina para uso exclusivo de pesquisas escolares.

Leitura Abre Portas


Cordel Online

A Rede Globo Nordeste em parceria com o Governo de Pernambuco lançou um concurso literário, onde o participante cria online o seu cordel; o melhor autor ganhará um notebook e a sua história contada em um comercial de TV. Interessante! Infelizmente só é para escritores de até 17 anos de idade.
Lembrando que as inscrições vão até o dia 17 de novembro. Acesse o regulamento no link abaixo e concorra!



3 de nov de 2009

Festival Sertanejo de Poesia - FESERP





O FESERP Festival Sertanejo de Poesia, prêmio Augusto dos Anjos realizado pela - Acauã Produções Culturais na cidade de Aparecida PB, chega a sua XV edição neste ano. São quinze anos de muita poesia e um enorme intercâmbio cultural que envolve todos os Estados brasileiros e chega até a países como o Japão, Alemanha e Portugal. 

Este ano o evento conta com o apoio do Ministério da Cultura através do programa Mais Cultura, resultado da seleção do edital de pequenos eventos culturais e as inscrições vão até 15 de novembro do corrente.

De acordo com o regulamento do festival, poderão se inscrever no certame, todos os poetas, de todas as regiões de qualquer país, independentes de estilo, gênero ou nacionalidade, que concorrerão em absoluta igualdade, sendo que as poesias deverão ser escritas em língua portuguesa, inéditas e originais. (ver regulamento no blog: www.apcfeserp.zip.net).
.