13 de abr de 2010

O que você acha? Comenta!


“Não pode nenhum poeta — nem ninguém — ter a pretensão de estabelecer rumos e regras para a poesia. Não resta dúvida de que a poesia, como qualquer outro fenômeno social, está sujeita a determinações do espaço e do tempo históricos mas o modo como essas determinações atuam sobre a produção do poema é absolutamente impossível de prever-se.”

FERREIRA GULLAR

Um comentário:

Victor S. Gomez disse...

Estou seguindo esse aqui também. Abraços