12 de fev de 2012

Segredo

Por Malcy Negreiros

O som do vento...
São palavras,
As ondas do mar na quebrada da praia...
São palavras,
O barulho do fogo,
O cantarolar dos grilos,
O silêncio...
São palavras.

Palavras que
Eu escrevo,
Que tu escreves,
Que ele escreve,
Que todos nós e vós
Incluindo eles
Escrevem.

E assim, iluminam as mentes
Que mentem
E mantém os mistérios.
De quem falo...
Para quem escrevo...
Ouça as palavras que digo,
Feche os olhos para ler
E poderá decifrar.

Um comentário:

Mirtes Waleska Sulpino disse...

Silêncio...

Até nas palavras há a necessidade do Silêncio...